Hans Jonas - O conceito de Deus depois de Auschwitz. Uma voz judia

5,80  - 23,80  incl. IVA., sem despesas de envio

Leitura do texto completo por Axel Grube
Tempo de jogo 56 min.
Amostras de áudio

 Amostra de áudio 1
 Amostra de áudio 2
 Amostra de áudio 3
 Amostra de áudio 4

»Meu mito (radicalizou) basicamente apenas a ideia do Tzimtzum, este termo cosmogônico central, a Cabala Luriana. Tzimtzum significa contração, retração, autorrestrição. Para abrir espaço para o mundo, o en-ssof do princípio, o infinito, teve que se contrair em si mesmo e, portanto, fora de si para criar o vazio, o nada no qual e a partir do qual poderia criar o mundo. (...) Depois de se entregar totalmente ao mundo em desenvolvimento, Deus não tem mais nada para dar: agora cabe ao homem dá-lo. E ele pode fazer isso olhando nos caminhos de sua vida para que isso não aconteça, e não por causa dele, que Deus deve se arrepender para que o mundo venha a existir. "
(Hans Jonas: Conceito de Deus depois de Auschwitz)

“Fomos criados para viver no Paraíso; o Paraíso foi criado para nos servir. Nosso propósito foi mudado; que isso teria acontecido com a determinação do Paraíso não é dito. "(Franz Kafka: Aforismos)

Peso nv
tamanho nv
Translate »