Hans Dieter Zimmermann - A emergência da modernidade a partir do espírito do misticismo e da racionalidade

12,00  incl. IVA., sem despesas de envio

Capa mole, 110 páginas, com leitura do texto integral por Axel Grube como download de MP3 (código no livro)

"Se eu não tivesse lido a frase de Robert Musil 'Racionalidade e misticismo são os pólos do nosso tempo', talvez não tivesse pensado no assunto, talvez não tivesse ousado abordar o assunto. Quando Musil, cuja posição é indiscutível, que estudou engenharia, ou seja, estava familiarizado com a racionalidade das ciências naturais, disse essas coisas, pode-se, sim, ter que levá-las a sério. E ele não apresentou nenhuma alternativa - nem a racionalidade, nem o misticismo -, ele postulou ambos como iguais um contra o outro, como forças complementares, assim como dois pólos que se sustentam e se complementam. Através de Musil, Hans Dieter Zimmermann encontrou outras vozes nas quais um novo equilíbrio entre razão e misticismo aparece como uma questão fundamental da modernidade. Com reflexões sobre Hugo Ball, Robert Walser, Ludwig Wittgenstein e Franz Kafka, ele persegue essa questão e tarefa, ainda em aberto e talvez decisiva para o nosso tempo.

Translate »