Os pré-socráticos

5,80  - 23,80  incl. IVA., sem despesas de envio

Dos fragmentos dos milésios, fitagóricos, Heráclito, Parmênides, Empédocles, Anaxágoras, Leucipo e Demócrito, bem como dos textos de Kepler, Nietzsche, Hegel e Kierkegaard.
Compilado, ligeiramente comentado e lido por Axel Grube.
Tempo de jogo 78 min.

Amostras de áudio

 Amostra de áudio 1
 Amostra de áudio 2

Redefinir seleção

Não apenas os próprios pré-socráticos, mas também os - muitas vezes ocultos - revenants de seus pensamentos devem ser ouvidos nesta compilação. Textos de Johannes Kepler, Friedrich Nietzsche, Hölderlin e Kierkegaard, por exemplo, pretendem iluminar a ampla aura do pensamento pré-socrático através dos tempos. O surgimento do pensamento pré-socrático urbano em uma 'Era Axial' (Karl Jaspers) da história intelectual humana significa, antes de tudo, uma queda na falta de moradia da existência humana, a perda de uma religião ingênua. Hipóteses de filosofia natural e princípios primordiais racionais tomaram o lugar de uma visão de mundo fechada do homem, da natureza e dos deuses endereçáveis ​​pela primeira vez e jogaram o homem em uma vastidão de responsabilidade pessoal, da qual ele - até hoje - em grande parte tenta escapar dos corpos celestes mover-se em tal quantidade e tamanho, é impossível que um som inimaginavelmente alto não saia dele. Por pressuporem isso e também que a velocidade teria as proporções racionais das harmonias musicais em decorrência das respectivas relações de distância, afirmam que o som das estrelas se movendo em círculos é harmônico. Porque certamente parece incompreensível não ouvirmos esse som, eles afirmam como causa disso que esse som já existe desde o nosso nascimento, de modo que não se destaca de um silêncio que se opõe a ele. ' (Phytagoras, Phytagoras mais velho)

Peso nv
tamanho nv
Translate »